terça-feira, 17 de agosto de 2010

10 filmes dos anos 60

Essa lista é uma opinião extremamente pessoal. Não tem como objetivo ser um retrato da realidade, mas sim expressar a minha humilde opinião. Certamente você discordará dela, desse modo, fica o espaço para você criar seu próprio Top 10 Anos 90 nos comentários.


1. 2001: Uma Odisséia no Espaço (Arthur C. Clarke e Stanley Kubrick escreveram conjunta e simultaneamente o roteiro e o livro que narra uma viagem espacial para investigar o aparecimento de um estranho monolito em Júpiter. Dividido em quatro partes perfeitamente bem definidas e que encaixam de uma maneira magistral, 2001 é mais do que uma ficção científica, é simplesmente uma das maiores obras artísticas já realizadas por um ser humano (embora possa ser considerado relativamente maçante por fãs de ação))


2. Dr. Fantástico (Comédia de humor negro de Stanley Kubrick baseada no livro de Peter George, Dr. Fantástico é uma sátira da Guerra Fria e do conflito em EUA e URSS na década de 60. Quando um general completamente insano ordena o bombardeio nuclear à União Soviética, os maiores líderes políticos se reúnem para discutir a solução da crise. Passagens memoráveis como as cenas da Sala de Guerra, a luta entre o General Buck Turgidson e o embaixador russo, a cavalgada da bomba atômica, o diálogo entre o presidente Merkin Muffley e o presidente da União Soviética, as falas do Dr. Fantástico, a Máquina do Juízo Final e a cena final fazem desse um filme inesquecível)


3. Dr. Jivago (Épico de mais de 3 horas onde David Lean usa a Revolução Bolvechique para contar a história de de amor entre Yuri Zhivago e Lara Antipova. Roteiro excelente, parte técnica perfeita e uma trilha sonora ao som de balalaikas criam um clima todo especial à obra)


4. Três Homens em Conflito (Terceira parte da Trilogia dos Dólares de Sergio Leone, precedido por Por um Punhado de Dólares e Por Uns Dólares a Mais, Três Homens em Conflito narra as desventuras de três sujeitos em busca de uma quantidade exorbitante de dinheiro que está enterrado em um cemitério. Cada um deles sabe uma parte da localização, mas nenhum deles está disposto a dividir a grana)


5. Bonequinha de Luxo (A doce e linda Audrey Hepburn está ainda mais doce e linda na pele da prostituta Holly Golightly que sonha em casar com um homem rico, mas acaba se apaixonando pelo vizinho escritor. Um filme no qual o clima geral da obra é superior ao roteiro. Destaque para a canção Moon River de Henry Mancini e para a cena de abertura, que eu considero uma das mais marcantes da história do cinema)


6. Era Uma Vez no Oeste (Palavras não são suficientes para descrever a magnitude desta obra. Elenco brilhante formado por Henry Fonda, Claudia Cardinale, Jason Robards e Charles Bronson, é superado em grandiosidade apenas pela equipe de roteirista, que eu, particularmente, considero a melhor equipe já reunida em um roteiro na história do cinema: Sergio Donati, Mickey Knox e os grandiosíssimos gênios Dario Argento, Sergio Leone e Bernardo Bertolucci. Como eu não posso descrever essa obra, cito aqui as palavras de Sergio Leone: "O ritmo do filme pretendeu criar a sensação dos últimos suspiros que uma pessoa exala antes de morrer. Era Uma Vez no Oeste é do começo ao fim, uma dança da morte. Todos os personagens do filme, exceto Claudia. têm consciência de que não chegarão vivos ao final")


7. O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (Obra-prima de Robert Aldrich que, infortunadamente, é menos conhecido e muito menos visto do que deveria ser, conta a história de Jane Hudson (Bette Davis), uma ex-atriz mirim que tem que cuidar da irmã (Joan Crawford) que está em uma cadeira de rodas. Personagens com sentimentos à flor da pele e um final surpreendente tornam desse, um dos grandes filmes do cinema)


8. Butch Cassidy (A história de Butch Cassidy (Paul Newman) e Sundance Kid (Robert Redford), líderes do Bando do Buraco na Parede e que decidem, após um incidente com um roubo a um trem que acabou errado, fugir para a Bolívia e recomeçar a vida ao lado de Etta Place, namorada de Sundance)


9. Oito e Meio (Considerado por muitos a obra-prima de Federico Fellini, é uma semi-autobiografia onde Marcello Mastroianni incorpora o alter-ego de Fellini, Guido Contini. Guido é um cineasta conceituado que tem de conviver com a pressão por uma nova obra-prima e todas as mulheres de sua vida. Um filme da transição do Neo-Realismo para o Cinema Moderno Italiano)


10. O Anjo Exterminador (Um dos filmes mais conhecidos do mestre Luis Buñuel, usa uma festa da qual as pessoas não conseguem sair nem entrar (embora todas as portas estejam abertas e nada físico as impeça de sair) como plano de fundo para um estudo complexo sobre a mente humana e suas manias)

3 comentários:

Anônimo disse...

Amiable dispatch and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Thanks you for your information.

Sra vegetal disse...

bonequinha de luxo é o máximo!

Anônimo disse...

Cavalo louco by Magno Cavalcante Camilo -Filho da Madaly Cavalcante de Jesus - Que e filha da Daura Felizardo de Jesus Araujo