quarta-feira, 27 de outubro de 2010

ILHA DAS FLORES


Ilha das Flores é um curta-metragem, com o gênero de documentário com aproximadamente 13 minutos de duração. E narra à história de um tomate colhido por um japonês. O tomate é vendido pelo homem a um supermercado e comprado por Dona Anete, um ser humano que apresenta telencéfalo altamente desenvolvido e um dedo opositor (o que a diferencia de outros seres). Ao chegar a casa, ela prepara o molho de tomate junto com a carne de porco, porém percebe que o tomate comprado não está apropriado para alimentação, então os joga no lixo. O tomate então é levado até a Ilha das Flores, onde não há flores, somente lixo que fica ao ar livre, distante da cidade para não incomodar ninguém. Na ilha tem muitos porcos. Estes porcos têm um dono, que separa todo o lixo para o animal, incluindo o tomate, que é rejeitado pelos porcos.
Além dos porcos há pessoas que residem na ilha e que são seres humanos com telencéfalo altamente desenvolvido e polegar opositor. Contudo, estes seres humanos diferenciam de Dona Anete e dos porcos, porque não possuem dinheiro e tão pouco dono para escolher a comida. O que resta a eles são a miséria e o tomate podre.
O curta é do cineasta Jorge Furtado, o mesmo diretor dos filmes O Homem que copiava, Meu tio matou um cara e Saneamento Básico – O filme. Na produção pode-se notar uma característica do diretor gaúcho, que é a narração, que sempre está presente nos seus filmes.
Ilha das Flores é um ótimo curta-metragem, que apesar dos vinte anos de sua existência não perde o seu lugar no curtas que revolucionaram o cinema brasileiro, devido à peculiaridade e ironia. Mostrando como o capitalismo pode causar desigualdade entre os seres humanos.


7 comentários:

Anônimo disse...

Mas que texto mais mal feito! Nem parece que faz parte de um blog bom como esse!

Sandro Azevedo disse...

Ilha das Flores.. uma referência atemporal do cinema nacional. Sem dúvida o roteiro é brilhate! A forma lógica como o narrador expõe os fatos é o maior trunfo... maravilha!

Sandro Azevedo
blog24fps.blogspot.com

Maria Pereira Yackyn disse...

Eu sei tá uma merda. Culpa de amor não correspondido. Desculpe , a proxima será melhor.

Leonardo disse...

Acredito que seja o melhor curta metragem que eu ja vi...Ilha das flores é sensacinal...parabens pela lembrança ao filme Maria :D

vitor silos disse...

Infelizmente não vi ainda, obrigado por ter postado ele aqui, verei agora mesmo!

Vitor Silos
www.volverumfile.blogspot.com

pseudo-autor disse...

Já virou um cult do cinema nacional de tanto que os cinéfilos mais apaixonados falam dele. Recentemente o assisti de novo pela faculdade. "Exuberante", é o que eu posso dizer.

Cultura na web:
http://culturaexmachina.blogspot.com

Jorge disse...

Segundo melhor documentário em curta-metragem já feito, atrás apenas de Noite e Neblina de Alain Resnais.