quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Um Olhar do Paraíso (2009)

Fiquei muito curioso quando soube que o diretor Peter Jackson (Da trilogia O senhor dos anéis) se uniria a Rachel Weisz (O Jardineiro fiel) e Susan Sarandon (Os últimos passos de um homem) no Filme "Um Olhar do paraíso", Adaptação do livro de Alice Sebold.


O Filme conta a história de Susie Salmon (Saoirse Ronan), uma menina que mora com seus pais Jack Salmon (Mark Wahlberg), Abigail Salmon (Rachel Weisz), a irmã e o irmão caçula, ao qual salvou a vida quando ele se engasgou e seus pais não estavam em casa, levando para o hospital de carro mal sabendo dirigir. A propria Susie é a narradora de todo o filme, que conta a história de sua vida (e principalmente de sua morte).

Susie Salmon era uma menina feliz, boa família, amigos, um rapaz pelo qual era apaixonada. Porém, aos 14 anos de idade é brutalmente assassinada quando voltava da escola pelo vizinho George Harvey (Stanley Tucci). A partir dai, Susie vai para um lugar que seria a passagem da terra para o céu. Neste lugar, a menina busca entender o que está acontecendo com ela, ao mesmo tempo em que tenta ao máximo permanecer com sua família através de seu espírito.

A morte permaneceu um mistério por vários meses, pois o corpo jamais foi encontrado (apenas o sangue), e o assassino não foi descoberto. Nesse período, enquanto Susie está no lugar de passagem, sua família passa por diversas crises. O pai tenta desesperadamente descobrir quem fez tamanha brutalidade com sua filha, a mãe acaba saído de casa por não agüentar mais a situação. Para ajudar na ausência da mãe, a avó Lynn (Susan Sarandon) mora na casa pra ajudar com as crianças.

O filme foi recebido de forma negativa ao ser lançado mundialmente. Teve uma única indicação ao Oscar (Stanley Tucci concorre como ator coadjuvante). Na minha visão o filme foi injustiçado. É visualmente lindo, principalmente nas cenas do “lugar de passagem”, merecia uma indicação para melhor direção de arte (possivelmente até vencer). Os efeitos visuais dão um tom de fantasia para o filme, para que não fique totalmente trágico. É uma história triste, pesada em certos momentos, mas Peter Jackson soube conduzir o filme de uma maneira mais agradável de ver, não apelando para o excesso de drama.

A muita coisa bonita na história do filme. O amor entre pai e filha, a ligação entre eles mesmo após a morte de Susie. O Amor de Susie pelo garoto da escola. A mensagem de que a vida continua, não se deve sofrer com os males do passado. A esperança de um lugar melhor aós a morte. Essas mensagens bonitas contrastam com a crueldade de George Harvey, que tem um passado cheio de crimes, alem do assassinato de susie.

A grande atuação do filme ficou por conta de Stanley Tucci, como um perfeito vilão com varias faces. Mark Wahlberg e Saoirse Ronan foram bem, principalmente nas cenas dramáticas. Rachel Weisz foi um pouco discreta. A decepção ficou por conta de Susan Sarandon, em um personagem dispensável (tentava fazer cenas engraçadas em um filme que não é engraçado).

Muita gente parece ter se decepcionado com a parte final do filme. Parece que gostariam de mais drama e vingança. Mas isso destruiria a linda história do filme. O importante é todos ficarem bem, felizes. Se você pudesse voltar a vida por alguns instantes, e pudesse escolher entre beijar a pessoa que você ama, ou fazer justiça com quem lhe fez mal, o que você faria? Amor ou vingança? O amor deixa as pessoas felizes, a vingança atormenta. A natureza se encarrega de acertar as contas com aqueles que fazem maldades. Na vida real não é assim? Pode ser. Mas o filme é ficção, por que pensar em como seria na vida real?

O Filme é inspirador, independente de acreditar ou não no espiritismo. Basta você libertar a sua mente. lindo visualmente, e com lindas mensagens. Um olhar do paraíso merecia varias indicações ao Oscar, inclusive a de melhor filme. Recomendo que todos assistam.

-->

3 comentários:

Marina disse...

Realmente a história é muito linda, o amor do pai pela filha, a passa da terra para o céu, nossa muito lindo.. eu não me decepionei de ver o filme, por mim assistiria várias vezes ;) eurecomendo.

Saulo Victor disse...

Eu acho que o problema (ou podemos dizer audacia) de "Um Olhar do Paraíso" é criar dois filmes dentro de um só. Em um lado, obtemos uma visão realista com um roteiro cru, quase que policial. Do outro lado, vemos cenas apoteóticas, com grande apelo visual, e um roteiro esbanjando mensagems espiritualistas.

O choque é notável, e isso não agrada muito a quem desejar ver um filme íntegro. Um Olhar do Paraíso é fora dos padrões convencionais do proprio Jackson e soa um pouco bobo as vezes.

Gostei muito da sua crítica e inclusive do filme, por ser um filme tão audacioso! (vanguardista? pode até ser!)

Parabéns!

Amanda AD disse...

Não compreendo o final,a irmã de Susie esconde o diário,a avó permanece em silêncio mesmo com ele
Pocha como o cara não foi pego de fato